segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Verdade e aspirina para o louco na montanha

Foto: publicdomainq.net

Para a malta que, como eu, viveu pelo menos uma parte da nossa Golden Age em Lisboa, este discurso do "todos lhejábrem as pernas, é uma aflição", tem aquele piquinho a lampião que provoca urticária. No fim do dia, quero lá saber se os pastéis se deixam comer e se apressam, eles próprios, a cobrirem-se de canela para terem um gostinho mais exótico, a fazer lembrar as naus que partiam ali mesmo em frente. Se queremos acreditar que o Domingos pactua com o jeitinho aos lampiões, tudo bem. Naturalmente, espero que estejam errados, porque de outra forma o futebol não teria interesse nenhum.

Mas por favor não me venham com o estafado "lutar com as mesmas armas". Isso não! Se estas são as armas dos outros - o Vitória fez o jeito aos lagartos? - a última coisa que quero é vencer por utilizá-las melhor do que eles. Sorry, count me out.

Pieguinhas por pieguinhas, vou mais pelo nosso Machado: O fosso é provavelmente maior. E nota-se mais nesta fase, onde os bons jogadores conseguem disfarçar qualquer coisa da natural falta de ritmo e mecanização dos sistemas. Creio que se continuará a notar pelo Campeonato fora, porque há equipas mesmo fraquinhas. Olha, o Tondela é uma. Mesmo que não tenha levado cincazero. Pois.

Já se sabe, ontem estava calor. E o adversário não deu pica. Quando estiver o campo bastante enlameado e jogarmos contra o Real Madrid é que vai ser bom. No fundo, estamos apenas a auto-justificar o facto de, aparentemente, os outros terem entretido os seus deprimentes apaniguados melhor do que os nossos a nós. Pá, lixem-se para isso, contamos nove pontinhos que era o minimo exigível. Também era o máximo, pois que mais pontos não poderíamos somar neste momento. Só não vale a pena andar à volta das questões: Há um Mar Azul e há uma confiança renovada e bem precisávamos de ambos. Sustentam-se no excelente futebol da equipa? Nop! Talvez tenham raiz no que se vislumbra ser o potencial, a intenção, o ponto de chegada. E isso não tem nada de mal, porque é mesmo no inicio que estamos. Não vamos é fazer de conta. O treinador, por exemplo, parece que não faz. E não tem gostado assim muito do que tem visto. O que não é possível é esquecer quem é que treina. Olha, eu não sou, fica a pista.

De resto, 3 jogos e nenhum golo sofrido - mas aquela dupla de centrais ainda não está ao nível do ano passado, let alone o trabalho defensivo do meio-campo. 3 jogos e 8 golos marcados - mas precisamos de elevar muito o grau de eficácia, já para não falar na última decisão. Isto é, coisas a melhorar, como seria expectável nesta fase, mas está tudo a correr bem, de momento. O que contrasta claramente com os estados de espírito somojusmelhoresdoMundo e deixalárranjarumadesculpakejáfomos.

Os adversários estão tão fortes, um, e mais fortes, outro, pelo que se vê deste inicio de campeonato. E nós também não estamos nada mal e, pelos sinais, vamos ficar melhores. Porque haveríamos de estar desde já a subir cabisbaixos a um cadafalso, enquanto murmuramos que não tivemos reforços, ai se a cavalaria tem chegado a tempo, pobre de mim, pobres de nós, pobre do Sérgio que não faz milagres.

Isto depois de termos todos achado lindamente que se olhasse para o que cá estava e de muitos terem, inclusivamente, dado hossanas pela uefeira troika, que nos poria no bom caminho. Poijé, ninguém está mesmo disposto a perder a Vida para salvar o Mundo, que é como quem diz, ninguém está pronto para ficar mais um ano à seca. Eu cá não estou! Em minha defesa o facto de nunca me terem agradado castigos, de nunca ter defendido - e o que já levei na cabeça por isso - equipas "da formação", anos sabáticos, passos atrás e mais uma série de balelas que caem por terra aos primeiros cincazero. Dojôtros.

Pode ser impressão minha, mas noto os narizes a começarem a torcer-se um bocadinho e acho que é muito cedo para isso. Como era demasiado cedo para os hácanoskenãoviaoPuortassim. Não é agora que até os comemos, carago. Foi sempre! É para isso que cá estamos, para mais nada.

...

Portanto, com os pés fincados na areia do deserto, que a branca e fina já se me esvaiu num fuso horário outro, é que devemos olhar para o que mais nos importa: Nós.

Se ficou claro desde o primeiro pontapé que Sérgio Conceição decidiu preparar uma equipa para atacar o Campeonato, dando muitos minutos aos mesmos e poucos aos outros, é natural que sobrem algumas dúvidas quanto às alternativas. Porque as vimos ainda muito pouco, pré-época incluída. Com esta reserva mental presente, não me é, ainda assim, possível escapar a algumas preocupações:

O que acontece quando Oliver não jogar? O mesmo que acontece ao nosso jogo quando não é ele que constrói? Credo, seria uma desgraça. Temos uma verdadeira opção ao nosso 10, que é 8 - vénia ao grande Jorge Vassalo - faz as vezes de 6 de vez em quando, recupera bolas à frente como se fosse avançado e dá uma perninha nas alas? O Lucas Lima da vez continua referenciado, certo?

A diferença entre um Brahimi ao pé coxinho e Brahimi nenhum é a que vai da primeira para a segunda parte de ontem? Credo!

Quando um Ricardo se constipa, temos mesmo que jogar com 10 mais o Jesus? Ou o Hernâni? O pior é que eu ontem vi o Tottenham e eles precisam tanto de um defesa direito... Já Álvaro de Campos se zangava com a vida, à conta das constipações. Especulo, pois claro. Nada que não se resolva com verdade e aspirina.

Se o Rui não serve sequer para aquecer o banco, porque não o deixam jogar na B? Ou é ele que não quer? Percebo que o Pedro não pode fazer o que se pede a um Marega - o Moussa merece estar cá! - ou a Abou e Soares. E isso é o que o treinador quer dos seus avançados, pelo que este não cabe. Admito que, na ausência, preocupante, de um modelo alternativo, Sérgio Conceição prefira meter o Otávio a segundo avançado. Admito, não concordo e tenho dificuldade em compreender. Mas o que, enquanto sócio desta coisa do FCP, gostava de saber, é qual é a ideia para o catraio? Empréstimo com opção de compra de 15 milhões? Naaa, isso não aconteceria. Ai, espera...

São questões até ver sem resposta. Há tempo para que tudo fique claro e se encaixe, oxalá que na perfeição. A partir do próximo jogo, caros todos, contam comigo na bancada. Só por aí já será uma melhoria muito significativa, está claro. Quero lá saber que achem que sou meio maluco.

...

Descobri, correndo riscos vários, que os Jorges planearam para hoje uma conversinha intima, a dois. Diz que mete velas e espumante de qualidade duvidosa e morangos mergulhados em chocolate e isso tudo. Pá, se mete espumante, também quero! Isso da qualidade passa-me lá para a décima quinta flute. Vai-se a ver, ainda lhes estrago o arranjinho e lá fica a baderna do costume. Threesome, portanto. Mas o que importa mesmo, mesmo, mesmo, é que, a dois ou a três, hoje teremos um novo A Culpa é do Cavani. Oh yeah!

...

Calou-se a gargalhada das gargalhadas. Morreu o homem que nunca se esqueceu que não era mais que um bobo. E por isso foi melhor que tantos outros. Obrigado por tantas tardes felizes. Smorgasbord.

...  

Soundtrack to fools: Hills.

8 comentários:

  1. Boa noite Silva e amigos.

    Em tempo de férias pergunto eu o que se passou na travessa da queimada com a bolha e com o pasquim lá da capital que nos deram destaque de primeira página e relegaram os seus clubes predilectos para noticias em pequeno destaque?

    Quanto ao nosso FcPorto estamos fortes e em Braga vai ser limpinho limpinho e sem espinhas a nossa vitória,espero eu.

    Saudações Portistas

    11DruLoVic

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhó Drulo, bem aparecido, carago.
      Eu cá desconfio sempre que eles nos prestam atenção...
      Esperamos todos explicar direitinho ao Abel que ele não é o Mourinho.
      Abraço

      Eliminar
  2. Ó Silva tem concorrência e de qualidade como a sua o autor Little Smel não se vai aborrecer e aqui vai parte do comentário no Blogue do grande Vila Pouca-
    Caros Felisberto, VPouca e portistas... apesar das lavagens cerebrais que nos atiram às testas em forma de chocapiques de noticias, numa tentativa vã e maldosa de fazer esfumar o monstro que o nosso Xico destapou, eu continuo a acreditar em alguns Franciscos! O papa descobriu a cofina!

    "O papa Francisco comparou hoje os meios de comunicação que procuram escândalos e difundem notícias falsas a pessoas sexualmente atraídas por excrementos, descrevendo os seus leitores como pessoas que gostam de comer merda."

    "O argentino, de 79 anos, não se conteve nas palavras e afirmou que algumas pessoas do mundo do jornalismo sofrem de coprofilia, uma atracção sexual por fezes, e que os leitores tendem para a coprofagia, o consumo de excrementos."

    in: http://www.dn.pt/mundo/interior/papa-compara-difusao-de-noticias-falsas-a-pessoas-atraidas-por-fezes-5540872.html

    Todo este consumo de coprofagia fez-me lembrar o Papamerdas, típico portugues desonesto burro como um calhau e benfiquista consumidor de merda. Papamerdas é tambem uma ave da familia das gaivotas, que sobrevive papando merda à fartazana...dai o seu nome.

    https://gl.wikipedia.org/wiki/Estercor%C3%A1ridos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 😂 grande(s) Francisco(s) e grande aires.

      Eliminar
  3. Com Soares de fora por lesão, é realmente estranha a ausência de Rui Pedro no banco....

    E o Herrera?
    Parece estar complicado arranjar espaço para ele...
    Mas eu até gostava de o ver como alternativa a Oliver, assim uma espécie de versão "presto" ao "adagio" Oliver!
    Herrera é um jogador mais vertical, dos que recebe, toca e sobe. Aparece bem no último terço e como temos mais gente na frente, teria mais espaço para o remate à entrada da área.
    Ou então, como médio direito - com ordens para não chutar para canto - e ser a alternativa a Corona que Hernani não é.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficando, como parece que ficará, acho que o bom do Hector vai calçar algumas vezes. Sempre como alternativa. Por mim, acho que no meio se vai safar bem. Na ala não! Mas lá está, pode ser o meu proverbial receio de que ele se lembre de chutar em direção à nossa baliza e desatar-se a rir...
      Abraço.

      Eliminar
  4. As férias fazem mesmo bem... sim senhor, estámujunto.
    (medo)

    ResponderEliminar