segunda-feira, 24 de abril de 2017

Oh Mister...

Mete no Heldon que ele apanha!


- Tájaki a fazer, pá?

- Então Mister, saiu-me numa raspadinha ser seu adjunto por um jogo. Prémio é prémio.

- Ah. Olha, pena não teres aparecido para a palestra. Ou teres trazido a Cremilde. - Enquanto acaba de limpar ojóculos.

- Pois, paciência. Ui, já vai começar. Vamos cair-lhes em cima, pois vamos Mister?

- Hã? Não vês mesmo um boi de bola, credo! Já começou há uns vinte minutos.

- Ops, pensei que era o aquecimento. Os titulares às riscas, contra os suplentes todos de azul...

- Ah, foda-se, mais uma oportunidade desperdiçada! - Senta-se no banco, a abrir uma garrafa de água.

- Oh Mister, o gajo fez uma bicicleta no meio de alguns trinta defesas. E a bola saiu quase na bandeirola de canto. Da nossa baliza.

- Talvez, mas vês como resulta fixar o Soares e dar liberdade ao Silva? Assim o tipo entra nos espaços e consegue fazer estas coisas. Se me arranjarem um flipboard, explico-te. - Levanta-se.

- Errr... oh Mister, talvez resultasse, majékestá ao contrário. O Silva está fixo e o Soares anda ali às voltas. Se calhar trocávamos, não?

- Na, agora não vale a pena, é intervalo. Vou substituir alguém, antes que digam que não ando aqui a fazer nada. - Manda aquecer malta ao calhas.

- Pois, isto assim não vai lá, não. Talvez não seja preciso ter quatro defesas e mais o Danilo. Que lhe parece?

- Epá, tástolinho? E o equilíbrio? E se perdemos? Temos que assegurar a manutenção. Vou meter o Tarantini para dar ordem ao miolo e lançar o Kuca nas costas dos defesas. Estes filhasdaputa castigaram o Heldon na pior altura, foda-se! - Arreliado.

- Oh Mister, está um bocado baralhado, não?

- 'Safoda, tira aquele pequenito que consegue fazer variações de flanco. Irritamessamerda!

- Mas...mas...

- Caluda! Katrodoiskatro e é já. Catrapumba lá para a frente e esses peidas gadochas que corram pela vida. Somos Porto! - Bate no peito.

- Oh Mister, majolhe que a malta não parece assim muito fresca, não se vão aguentar ao kick and rush. Se vamos voltar à bola para a mata, mais valia meter o pinheiro.

- Boa, bem visto! Manda aquecer o Guedes. - A caminho do balneário.

- Não Mister, o Depoitre. Certo?

- Quem? Esse é o Congolês? - Para à entrada do túnel.

- Deixe lá Mister, meta o Otávio, caguei!

- Isso, mete esse. Pode ser coxo, majómenos dá-lhes cabo da paciência. Farto-me de rir com esse Choco Frrito, pá. É danado, o pequenitote. - Desaparece lá para dentro.

Um cigarro e dois ou três sms depois, eles voltam ao relvado.

- Oh Mister, correu bem a conversa ao intervalo?

- Espetáculo. O tipo estava no iate, quase sem rede, e mesmo assim arranjou maneira de me ligar. Foda-se, é assim que se vêem ojamigos. - Manifestamente satisfeito.

- Hã?

- 'Tão, o Jorge. Olha, olha, lá vai um minorca deslargado a correr. Vai, coisinho, vai! - Junto à linha.

- Penalty! É penalty! Gatuno do caralho, filhadaputa, cabrão de merda, era apanhar-te numa viela e foder-te essas trombas, paneleiro!

- Eeeeeh, meeeenooosss Silva, muito menos. Daqui dondestamos lá se vê se é penalty?! Tento na língua, meu menino. Se dizias isso em Francês, já estavas na rua. E era muito bem feito. - Com ar sério.

- Porra Mister, atão não se vê? É saltar já pra cima do quarto árbitro e do bandeirinha e do delegado da Liga e do massagista e da putakuspariu a todos! ´Bora lá! - A caminho do bando de malfeitores.

- Shhh, cala-te, deixa ver a bola. - A agarrar-me por um braço. -Ui, lá vão dois coisinhos desmandados outra vez. Que exibição de gala, foda-se!

Ahhhhh, merda, o redes defendeu. Epá, oh Silva, tem calma, deixa lá as garrafas d'auga em paz, fizeram-te algum mal? Vamos manter a compostura sim? - De mãos na cintura. - Devias estar contente. Zero oportunidades de golo na nossa baliza e ainda lançámos um contra ataque quase perfeito. Viste bem a simplicidade? Três toques, pá. Kais posse, kais merda. É dedo de treinador, hein?

- Mas...mas...foi o Casillas que meteu no Jota! Não conseguimos chegar lá à frente sem ser a ganhar metros como no râguebi...

- Pois, pois foi. Achas que meta o Cássio e puxe o Espanhol para o meio-campo? Ganhávamos criatividade, não te parece? - A olhar para o campo, enquanto cofia a barba.

- Qual Cássio, caralho?! E o gajo fejakilo com as mãos, foda-se. Agora no meio-campo, caralhostafodam! - Fartinho dele.

- Yep, és capaz de ter razão. No meio-campo os senhores árbitros eram moços para marcarem falta. Às vezes não és tão tapado quanto pareces, oh Silva. Ah caraças, outro canto. Agora vai! - Junto à linha, uma mão na anca, o outro braço estendido, a apontar para o infinito.

- Penalty! É penalty! Gatuno do caralho, filhadaputa, cabrão de merda, era apanhar-te numa viela e foder-te essas trombas, paneleiro! Outra vez!

- Oh Silva, mas estás parvo? No meio da molhada há sempre agarrões e puxões, é normal. Comigo não tinham sorte nenhuma: Um metro e noventa e tal e cento e uns quantos quilos de peso. A mim ninguém me derruba, pá. - Soberbo.

- Oh Mister, isto está a darajúltimas. Vamos empatar e entregar o Campeonato?

- Nada disso, Silva. Se empatarmos ficamos a três. Ainda dá. Se perdemos é que estamos fodidos.

- A sério?

- Oh, não me melgues. Só para nuntóbir, vou meter um gajo qualquer lá à frente. - Vira-se para o banco.

- Agora? Já fez as três substituições.

- Aaaaaah, bem me parecia que aquele moço dajórelhas não estava lá de principio. Majeu às vezes baralho-os, sou péssimo a recordar fisionomias. - De olhar perdido no relvado.

- Acabou Mister. Empatámos em casa, com o Feirense! Depois do Setúbal... Como é que vamos explicar isto? Tamos bonitos, tamos...

- Oh, que queres? Com esta arbitragem, era impossível! Gatuno do caralho, filhadaputa, cabrão de merda, era apanhá-lo numa viela e foder-lhe aquelas trombas, paneleiro!

- ...

- Pois, desculpa lá a linguagem, Silva. Vou moderar-me. Mas que a culpa é dele, disso não tenho dúvidas. Agora. mesmo no fim do Campeonato, quando eu já não previa, lá aparece o manto protetor, o colinho, o Polvo. Buuuu, buuu, vergonha.

- Oh Mister, majolhe kistandássim desde... - Interrompido por um gesto de mão.

- Shhh, cala-te, deixóbir os xôres jornalistas.

...

O Campeonato NÃO acabou. A única coisa que encontrou o seu final, foi a possibilidade de o FCP o vencer. O que não quer dizer que o 5LB não o perca. 

Ninguém recua! Mesmo que a convicção seja...esta que hoje me acompanha.

25 comentários:

  1. O pior é que não é comédia...

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É pois! Em grande parte... um bom pedaço, vá... um bocadinho? Please? ...
      Abração.

      Eliminar
  2. Um gajo acredita, acredita, acredita, enquanto for possível acredita...
    Mas é sempre a mesmo coisa!
    Quando jogamos mal, quando somos (e fomos tantas vezes) azelhas na finalização, e ao contrário do outro, não há daquele auto-golo amigo, não há aquela arbitragem amiga, há isso sim uma grande exibição do redes adversário!
    O que chateia, é que isto serve para legitimar o líder forjado!
    Os nossos deviam, mas não são de ferro.
    Chateia estares a entrar em zona de perigo, levares uma coronhada e quando muito há falta, os amarelos são para gerir como tão bem o foram em Braga.
    Há muito que mete nojo falar de arbitragem.
    Primeiro, porque tirando uma "pausa" ali pelo meio, foi isto quase todos os fins de semana.
    Segundo, porque quando se joga mal, quando se é lento e estúpido a decidir, fica mal culpar os outros.
    Nunca mais contratam a psicóloga...

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, não fica mal culpar os árbitros. Não podemos jogar APESAR dos árbitros. Isso é a vigarice em que assenta o nosso futebol. O que fica mal, é fazer de conta que está tudo bem durante uma época inteira, ganhar boa imprensa com isso e, quando pouco resta, lembrar-se que, AFINAL, fomos gamados! Em casa, contra o Feirense. Porquê?
      O que é fantástico, é que ESTE FCP seria Campeão. isso diz muito do estado em que estão os outros. Devíamos ter aproveitado...
      Abraço.

      Eliminar
  3. Depois de ontem à noite, fiquei afónico dos dedos...

    Abraço,

    Reinaldo Peles

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem pensar, xôr Peles. Sem voz é que não ficamos, nem nos dedos! Porque NÓS é que Somos MESMO Porto!
      ABraço.

      Eliminar
    2. Andava aqui o je a poupar-se para cá vir digitar com o campeonato na mão e estes nossos petizes fazem-me destas desfeitas?! Não é justo...

      Leva mais um abraço qu'estas coisas de não ganhar deixam-me melancólico.

      Deste seu confesso admirador,

      Reinaldo c'as Peles Cabisbaixas

      Eliminar
    3. Pois, eu bem o percebo. E é isso que é mesmo aflitivo: ESTE FCP podia, se calhar ainda pode, ser Campeão. Com ESTAS arbitragens! Pá, ojôtros estão de rastos! Só pode.
      E olhe lá, um Dragão só baixa a cabeça para beijar o emblema.
      Abraço

      Eliminar
  4. Sr. Silva, é amigo do gajo da APAF?
    Como é que arranjou convite para adjunto do NESpetegui?:))
    O gajo está a ficar mal educado, mesmo no finzinho da época, não está?!!!
    Subscrevo embora não tenha 1,95 e 105 Kgs - "Incompetente do caralho, filhadaputa, cabrão de merda, era apanhá-lo numa viela e foder-lhe aquelas trombas, paneleiro!"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi a senhora do lugar dajórtaliças aqui do meu povo. Não tinha moedas e então deu-me uma raspadinha para completar o troco de um molho de brócolos que lhe comprei. Saíram-me três melões, pumbas, fui para adjunto do NES.

      Eliminar
    2. Não tem mesmo sorte nenhuma, sr. Silva.
      Se pelo menos andasse lá pelas imediações a filha do padrinho do NES a cuidar da imagem do André Silva. Isso é que era. Duma raspadela resultar uma pincelada na taluda.

      Eliminar
    3. É capaz. Majolhe, se eu era adjunto do Mister, éramos campeões, carago! :)

      Eliminar
    4. Eramos tricampeões, carago.
      Porque eu como adjunto do Lopetegui tinha vencido 2 campeonatos a cag@r e estava actualmente no Barça. A contragosto, claro, mas o pilim faz tanta falta cá em casa, como em casa do maluco do Lopes.:))

      Eliminar
    5. Poderia e deveria ser.
      No entanto a realidade é mais, rumo ao Treta por falta de quorum.(O sr. Silva encontrará, com toda a certeza, um termo mais apropriado).

      Eliminar

  5. #proanoequevaifor
    #isséquéra
    #seremosPortonovamentequalquerdia
    #naoaceitoessetipodedesculpas
    #oproblemaequeogajodesenhamuitamal
    #insoniameuamor

    abr@ço forte
    Miguel | 92 minuto

    ResponderEliminar
  6. 25 penalties escamoteados só nesta época, mesmo no tempo do futebol a preto-e-branco, não me lembro de tamanha roubalheira...
    Uma equipa fragil (literalmente) e um treinador polido, perante um Feirense já com a manutenção garantida (haverá malas?) a fazer a exibição da vida deles...
    Uma segunda parte de massacre total...
    Ah! Grande Lopetegui, esta epoca eras campeão com 105 pontos de avanço, e sem abrires a boca!

    https://www.youtube.com/watch?v=rcjpags7JT8

    Felisberto (o anti-espanhol)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Mister, que argumentos tão fraquinhos. Afinal a equipa é fraca e o treinador bom? Ou são todos uma merda, como os árbitros? É que fica difícil perceber. A única coisa que percebo, é que a culpa é do Lopetegui. Credo!
      Desta vez, nem a malha te safa. Fraquinha como a argumentação da treta.

      Eliminar
    2. Espera, também é culpa do Feirense que não arranjou maneira de perder, pois claro.

      Eliminar
  7. Vou reformular um postulado universal: comparado com NES, o tasqueiro é um supra-sumo da bola. Ou seja, já só é o segundo gajo que menos percebe da coisa. Grande avanço! :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou passar a técnico principal nesse caso :)))

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Rafa, de livre direto. Gonçalo, de cabeça. O problema é se o Gil Dias faz um hattrick...na própria baliza :)
      Abraço.

      Eliminar
    2. Golo de Rafa ou Gonçalo era LINDO!
      Estou mesmo seguro que um Rio Ave ao seu melhor nível (como no Dragão por exemplo) ganha ao clube do regime se este não tiver demasiado colinho!
      A questão volta a ser a mesma, será que nós ganhámos os nossos? :(


      Abraço

      Eliminar