terça-feira, 19 de agosto de 2014

(Not so) Silly Season I


- Ena Silva, isto está mesmo ás moscas. - Para cumprimento não está mal, não senhor. Respondo indiferente:

- É agosto...

- E os velhos também estão de férias, queres ver?! - Como se ele próprio fosse o protótipo da juventude.

- Estranho é o meu amigo estar por cá. Fazia-o por uma praia do Sul, a encher as vistas das bifas. - Trata-se de uma ironia simpática, brincadeira entre conhecidos, na verdade.

- A mulher está meia doente, ficamos por cá. Má sorte das bifas. - e sorri.- A propósito de gringos, não temos hipótese pá. Já percebi porque é que eles serão sempre mais altos, mais fortes, mais latagões ao fim e ao cabo.

- Que generalização tão parva, meu caro. Logo nós, patrícios do CR7, o paradigma do latagão.

- Esqueça lá isso Silva. Até esse, aos 17, antes de se ir fazer homem para Manchester, era cá um lingrinhas, livra. Tope lá isto: se você tiver 5 garrafões de 5 litros de água para transportar, sei lá, durante um quilómetro, mais um saco de papos secos, e estiver com dois filhotes, vamos dizer que um tem 6 anos e outro uns 12, como é que divide a carga?

- Faço lá ideia, vou de carro e pronto. - Chega? Não, não chega.

- Nada disso, vai a pé. Diga lá!

- Levo 4 garrafões, o mais velho leva um e o outro leva o pão, pronto. Satisfeito?

- Aí está!! Se você fosse alemão ou holandês, ou lá o raisparta que era o tipo - Ah, espera, havia mesmo um bife envolvido. - levava 2 garrafões, o mais velho levava outros 2 e o pequenito levava o restante mais o saco do pão nos dentes. Pimbas Silva! É por isso que crescem mais e são mais fortes, como se praticassem muito desporto desde o berço. Porque os pais não os devem gramar tanto como nós gramamos dos nossos putos. É o que eu acho. - Sentença lida!

- Vai-se a ver o homem é doente das costas ou qualquer coisa do género. E é um exagero dizer que isso é maltratar as crianças não acha? - Tomo a defesa do Saxão ausente...

- Não me pareceu. Era latagão como os outros. E até podem gostar dos petizes, mas nós gostamos mais e depois estragamo-los. Para além de os fazermos crescer mais enfezados, está claro.

Sem comentários:

Publicar um comentário