segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Prato do Dia: Lasanha de beringela e espinafres com ( muito ) requeijão.


Partindo do princípio que o requeijão não está estragado ou a beringela bolorenta, o catch disto é o molho de tomate. O bechamel, sim, inclui!, também é importante, mas menos. Dois terços do primeiro para um do segundo.

Para o molho de tomate, o truque é muito simples: basta imitar o refogado da tia Alice. E, claro, ter paciência para deixar apurar, mas não demasiado. Don't wait too long, don't harvest too late.

Na Tasca, o bechamel tem uma pitada de noz moscada e dois golos de vodka: um para o molho, outro para o cozinheiro.

Depois, é abusar do requeijão e deixar escorrer bem os espinafres. O resto é lego.

Resulta melhor se se pensar em cuequinhas ás bolinhas durante a confeção. Ou a degustação. Da lasanha, pois claro.

- Oh Silva, então e a massa não é decisiva?

- Não pá, é Pingo Doce!

Sem comentários:

Publicar um comentário