domingo, 9 de julho de 2017

Tutorial: Como fazer um podcast (inclui link para exemplo prático)

Vítor, o Cortador
Há pessoas que pensam que fazer um podcast é só juntar três palhaços e arranjar um microfone. A bem da verdade, diga-se que até pode resultar, mas é mais para um episódio piloto e tal. Se pretenderem continuar, é melhor que estejam preparados para dar ao cabedal. Enquanto especialista encartado - não confundir com encartilhado - o Tio Silva deixa-vos hoje os passos fundamentais que deveis seguir, para vos tornardes podcasters de mão cheia e começardes a faturar milhões sem conta, quais Ronaldos do éter. Ou lá por que via se espalha aquilo.

Antes de mais, atentemos por um instante na etimologia da palavra: Pod + Cast. O segundo elemento remete-nos imediatamente para a mítica BBC e os seus broadcasts. No sentido de transmissão, portanto. Quanto ao primeiro segmento da palavra - Pod - há-de ser o que parece, faço lá ideia. Temos pois POD + TRANSMITIR. Opá, pois claro que pode, have a ball dudes, alguém vos está a segurar, por acaso? Mas para o fazerem em condições decentes, observem as seguintes recomendações:

1. Material necessário

Microfone, palhaço, ou palhaços, que botem faladura e um 48k ou superior.

2. Infraestrutura

Aqui é que a porca começa a torcer o rabo. O que parecia fácil, vai-se a ver e é uma empreitada pôcomaijómenos da dimensão do Alqueva.

2.1 Esponja

Para que o som não fique uma trampa de proporções bíblicas, tem que se arranjar esponja de isolamento acústico. É melhor comprarem logo uns três contentores do material.

A bem dizer, só vão precisar de dois quadradinhos, mas nunca se sabe quando vos vai apetecer dedicarem-se ao macramé e já ficam com enchimento para soberbas, e mui garridas, almofadas.

2.2 Edredão na janela

As janelas são o Deusmalivre de qualquer podcaster que se preze. Porquê? Porque são de vidro, acho eu. E deixam entrar barulhos e pássaros e essas coisas todas, basto perniciosas. Como ar.

Se estão a pensar em calafetar portas e janelas, ficam desde já sabendo que isso é coisa para meninos. O verdadeiro podcaster não tem receio que entre frio ou saia calor. A sua única preocupação é a qualidade do som, em beneficio do putativo ouvinte.

A solução, a um nível amador, passa por cobrir todas as janelas - incluindo as do vizinho, por uma questão de segurança - com edredões. De preferência, edredões com padrões às cornucópias, como as blusas das velhinhas. Não sei, parece-me que é mais fácil encontrar edredões pirosos.

Se quiserem ser um pouco mais profissionais, é melhor retirarem as janelas e construir toda uma parede em betão, revestida a esponja (ver 2.1). Dá mais trabalho, mas aproveita-se a esponja que sobejou. E ainda dá para duas ou três almofadas.

2.3 O soalho

Agora que o vosso microfone já está aconchegadinho entre as esponjas, salvo seja, e que as malditas janelas deixaram de ser um problema, estão prontos a começar o vosso podcast, certo? Errado! Olhem lá para o soalho. Isso é chão que se apresente? Shame on you.

A tijoleira é a verdadeira Némesis do podcast. Desde logo porque é desconfortável para o podcaster, sobretudo no Inverno. Quer a pessoa andar a passear-se descalça, num quimono de seda pura, enquanto avia Margaritas como se não houvesse amanhã, e é um gelo nos pés que não se pode. Capaz de se constipar o individuo. E também diz que fájeco e que isso estraga o som. Diz que faz.

O melhor é levantarem o chão todo e instalarem um soalhozinho flutante, em madeira nobre, com aquecimento por irradiação ou lá como raisparta se chama aquilo.

Para aqueles com pouco tempo para a bricolage, recomenda-se o método R.I.O., conforme aplicado ao Aleixo.

3. A agenda

Se estão a planear um podcast com mais do que um interveniente, há que levar em conta o alinhamento das agendas, de forma a que se encontrem à mesma hora, no mesmo
local. De outra forma, antevejo alguma dificuldade em concretizarem o projeto. Mas cada um sabe de si, pois claro.

Está bom de ver que esta é a parte mais fácil e que não requer nenhum esforço e não atrasa nada. Apesar de certa e determinada corrente que advoga que é esta a razão do aVASSALador ( wink ) atraso entre o primeiro e segundo episódio do melhor podcast do mundo, de entre todos os que são gravados num prédio de Gaia, de frente para a estação dos comboios. Uma delas.

...

Agora que já sabem como fazer um podcast, é melhor não se meterem nisso e desatarem é a ouvir o novo opus do


Conforme prometido, está espetacular. Mete a Traci Lords, o filho do Zlatan com o Crouch, pornografia Espanhola, mariachi, refugiados e trabalhos de casa. E futebol, mas pouco.

Quem gostou do primeiro, não pode perder. Quem não gostou do primeiro, deste vai gostar de certeza. Quem não se deu ao trabalho de ouvir o anterior, é bom que não preguice neste. E quem nem sequer sabe do que se trata, está na hora de dar todo um novo colorido às vossas tristes vidinhas.

Depois, respondam aos desafios, utilizando o endereço cavani@porta19.com e deixem os vossos elogios e expressões de basta admiração na caixa de comentários. Se forem gajas bem boas, mandem nudes. Hã? Não pá, tu não, ai a merdinha já!

...

A Culpa é do Cavani é um podcast de regularidade dúbia, acerca de assuntos, em tons azuis e brancos carregados, estrelado pelos inefáveis Jorge Bertocchini e Jorge Vassalo. Amáijeu.

...

Soundtrack to podcast: Vamos ao trabalho, sem demoras!

18 comentários:

  1. Seu carago, não podias perder a oportunidade de espetar a faquinha!

    E o único que não tem agenda sou EU! Com o sem wink(x)!

    Abraçom

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. winkwinkwink para o nosso mestre de obras :)~
      Abração.
      PS. dá para notar que a malta se diverte. Temos que disfarçar, para parecer sérios ;)

      Eliminar
  2. Este meu novo amigo, atira comigo de cangalhas. Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, José. Enquanto se divertir, eu fico contente :)
      Abraço.

      Eliminar

  3. pronto, já estás a falhar como nota de conto na minha carteira...
    então e esta malha aqui, do Varatojo?! não era preferível ao Bob?! fraquinho, pá. tal&qual o (não)podecastrar ou lá o que é isso. quase 120'?! outra vez?! jogo completo sem direito a penáltes?! nem sequer uns mariscos do rival-do-Pelé-mas-só-a-brincar?! está mal. muito mal.

    ps:
    agora num registo mais sério, muito bom!. gostei. mas vejam lá se no terceiro, no limite, conseguem reduzir para 60'. sei lá, tirem o mike ao Vassalo «e que assim» :D

    abr@ço forte
    Miguel | 92º minuto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não pá, tinha que ter a ver com obras :)
      A ideia era ficar, no máximo, pelos 50. Mas temo que ficássemos sem tempo para o disparate. Ocasião em que eu estaria a mais :)
      Obrigado mate. Abraços.

      Eliminar
  4. Pleo que me apercebi do alto da minha santa ignorância na matéria, tudo isto se resuma a:
    Pode? Gaste!

    ResponderEliminar
  5. O som melhorou, mas pouco.
    Para a próxima, com betão no lugar da janela, já deve estar melhor! :)
    O conteúdo mantém-se muito bom, uma rica cavaqueira!
    "É dos olhos". :)

    Não concordo com a opinião sobre o Aboubakar.
    Acho que é um avançado muito completo (para o nosso bolso, não estou a ver melhor).
    Precisa de melhorar a sua astúcia, proteger-se mais no contacto físico e tirar proveito dele, como Jackson fazia.
    De resto, até bem com um extra, parece tosco!

    Quanto ao tempo, passa rápido.
    O tempo ideal é... relativo, depende da disponibilidade de cada um. Mas diria que o vosso objectivo de 50m parece-me bem.

    Parabéns aos 3 pelo óptimo resultado.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E não é que o moço parece disposto a fazer-te a vontade?
      Abraço

      Eliminar
  6. Caríssimo Tasqueiro,
    Devo dizer que gostei bastante de ouvir este segundo dedo no cu, daqui a bocado já chegam ao fisti... Foda-se é melhor parar aqui caconbersa já tá a descambar. Em suma, acho uma brilhante ideia, e pessoalmente não me importo muito com a duração, até porque eu tenho de ouvir alguma coisa enquanto estou a trabalhar ;)
    Forte abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...do Cavani! Fisti... no Cavani! É preciso reparar :)
      Oh yeah! Já estamos no nível "Melhor kóvir o meu chefe, é de certezinha"! The sky is the limit :)
      Muito obrigado Fernando. E seja bem aparecido, homem.
      Abraço.

      Eliminar
    2. Pobre coitado, no fim disto vai ficar pior que a Cremilde ;) ;)
      Sendo eu o meu próprio chefe, digamos que é um elogio ouvir-vos enquanto trabalho :)
      Apesar de não ter entrado ultimamente na Tasca, pelas mais diversas razões, nunca me esqueço de ir passando regularmente à porta.
      Abraço.

      Eliminar
    3. À Cremilde ninguém lhe mete o dedo no cu :)
      Abraço.

      Eliminar
  7. Caro Amigo Silva,
    Esta foi de Mestre. Mais uma boa razão para frequentar a tasca. Parabéns o "A culpa é do Cavani" está 5*. Quanto ao tempo, 1h20m é, no meu caso, o limite máximo. Coincide com um furo entre 2 aulas.
    1 abç aos três e continuação de excelente trabalho.
    Saudações FCPORTISTAS.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, em nome dos Jorges também.
      Abraço.

      Eliminar